Muitos criticam algumas empresas que possuem certificação ISO 9001 dizendo que as mesmas ficam abaixo da expectativa de seus clientes. É importante entender que a norma trabalha no conceito de requisitos mínimos, o que já é um ganho em relação a um grande número de empresas. Mas porque não fazer acima do mínimo? 

Porque não melhorar a empresa e sua gestão, atendendo sim aos requisitos propostos, mas também obtendo ganhos de eficiência?


É verdade que muitos empresários querem apenas “fazer marketing” com o certificado obtido, ou então atender a uma exigência dos clientes, mas é possível e muito importante, usar o modelo de referência proposto na ISO 9001:2008 como base para a implementação de um modelo que direcionará e ajudará a empresa a atingir melhores resultados.



Veja abaixo, 5 diferenças entre implementar um sistema de gestão da qualidade somente pensando em um certificado e um sistema que agregará de forma consistente e sustentável valor à organização, em benefício de seus clientes.





FOCO EM RESULTADOS

FOCO EM APENAS

OBTER UM CERTIFICADO

1

Prazo de implantação coerente com as necessidades da empresa. É importante entender a cultura da empresa e seu direcionamento estratégico para se modelar um sistema de gestão que seja incorporado por toda a empresa.

Quando se usa modelos prontos o tempo de implementação pode ser bem reduzido, o que obviamente compromete os resultados. Os novos métodos não respeitam a cultura da empresa.

2

Melhoria nos processos a partir das necessidades implicarão em procedimentos e práticas que realmente agregarão valor à organização.

Criar procedimentos e instruções somente para “auditor ver” com certeza não traz os benefícios esperados por uma organização.

3

O comprometimento da direção é proporcional aos objetivos traçados.

Quando o objetivo é somente obter um certificado, na maioria das vezes se observa uma falta de interesse da direção em como está sendo implementado o sistema da qualidade, o que dificulta uma implementação efetiva.

4

Sistemas implementados para melhoria de resultados sempre agregam valor.

Sistemas implementados em cima de modelos padronizados (o mesmo método de implementação e modelo para qualquer empresa), implicam normalmente em sistemas burocráticos e geram dependências das consultorias.

5

Melhoria de resultados justifica o investimento realizado na implementação do sistema.

Ter um certificado, somente para apresentar ao mercado, não traz a melhor relação custo x benefício.


Enfim, os resultados a serem alcançados serão bem diferentes a partir das escolhas de cada organização. Afinal, não é mais vantajoso ter um certificado como consequência de um sistema de gestão da qualidade bem implementado, do que o mesmo ser um fim em si mesmo? Fica a reflexão.

Luciano Zorzal é palestrante, consultor, diretor de expansão da Zorzal Franquias, auditor líder ISO 9001:2015 da FCAV USP e sócio-fundador da Zorzal Consultores & Auditores Associados, empresa no mercado desde 2005 com atuação nacional na área de gestão empresarial e da qualidade, já certificada em conformidade com a ISO 9001:2015 em janeiro de 2016.